Escolha uma Página

O que significa propósito? Você já descobriu o seu?

por | mar 27, 2019 | Empreendedorismo

Você precisa ter um “plim”…

O meu “plim” aconteceu quando eu estava sobre o elevado Costa e Silva em São Paulo e tudo estava completamente parado, em um dia normal de chuva e caos na hora de voltar para casa. Nesse dia eu levei 4 horas para voltar…

Aquela não foi a primeira e nem a última vez que aquilo tinha acontecido, mas foi o dia que eu decidi que iria buscar um caminho melhor para minha vida e mudar muitas coisas, entre elas deixar de desperdiçar horas no trânsito todos os dias.

Eu decidi mudar o rumo das coisas!

Percebe que eu ainda não tinha descoberto o meu propósito, mas ali eu já tinha dado o start ao processo. Mais a frente vou falar mais em detalhes sobre o tal método para chegar ao “plim”.

Tem sempre aquela pessoa que diz: você precisa ter um propósito na vida! Mas você sabe o que significa propósito?

De acordo com o dicionário, propósito significa:

Não deu para captar a mensagem ainda? Então calma que eu vou explicar de outro jeito, que por sinal foi a forma como absorvi essa ideia.

Você alguma vez assistiu ao clássico desenho Alice no País das Maravilhas? Lembra que em um determinado momento a Alice encontra um gato listrado que aparece e desaparece?

Você se lembra também do diálogo entre a garota e o gato? Não tem problema, vou reproduzi-lo abaixo:

Alice: Eu só queria saber que caminho tomar…
Gato: Isso depende do lugar aonde quer ir.
Alice: Realmente não importa.
Gato: Então não importa que caminho tomar!

Em resumo: se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve. A menos que você saiba o que significa propósito e outro ponto importante: que você tenha um.

Olha só: tudo o que nós fazemos a todo o momento tem um propósito. Acordamos e saímos de casa para trabalhar, porque temos o propósito de sermos produtivos e de juntar dinheiro para comprar aquilo que queremos e precisamos, ou simplesmente ter dinheiro para pagar os boletos.

Vamos à academia porque temos o propósito de evitar o sedentarismo, melhorar nossa saúde e perder uns quilinhos.

Enfrentamos um congestionamento até a praia, porque temos o propósito de descansar, de colocar o pé na areia e dar um mergulho.

E assim por diante.

O seu propósito pode ter curto, médio ou longo prazo. Tudo depende do que você deseja e o que precisa fazer para vivenciá-lo.

Os exemplos que listei ali em cima, todos de fato são propósitos, mas estou falando de propósito mesmo, aquele que te move na direção de algo maior, algo que ajude o mundo de alguma forma e que você possa perseguir o tempo todo até alcançar.

Insisto, um propósito não precisa ser algo grandioso, pode ser apenas aquilo que você coloca como objetivo e persegue até alcançar. É claro, de uma forma super simples.

Quer um exemplo prático? O meu propósito é despertar as pessoas para o ponto de que todos somos capazes de viver a vida que julgamos ser a ideal.

Sim, pode não ser hoje ou amanhã, pois não é fácil de fato encontrar um propósito e colocá-lo para funcionar imediatamente.

Você já parou para pensar no que seria a vida ideal para você? Viajar 2 vezes ou mais vezes no ano, levar e buscar seus filhos na escola todos os dias, acordar numa segunda-feira e pensar: “o que vou fazer hoje?”

Como identificar um propósito

Ah, meu amigo, isso é fácil.

Propósito é aquilo que faz você acordar todos os dias bem disposto, apesar de todas as adversidades que o mundo possa oferecer. É fazer algo que transborda sua alma, que faz seus olhos brilharem quando alguém pergunta o que você faz. Simples, não é mesmo?

Identificar um propósito pode tirar o sono de muita gente, porque somos cobrados o tempo todo a “dar um rumo na vida”. Entretanto, é preciso ter calma: um propósito não é identificado na pressão ou com altas doses de ansiedade.

Pense no propósito não como algo que preenche a gente de fora para dentro, como o propósito te “TER” para “MOSTRAR”, mas algo que nasce ou é alimentado dentro de você, algo que é tão bom a ponto de fazer você se motivar a usar isso em prol do outro acima de nós mesmos. Entende?

É um tanto complexo, mas simplificando é fazer o outro se sentir bem, seja com a sua presença, seja por algo que você faça para ajudar.

Essa foi a minha primeira forma de pensar em identificar um propósito.

Eu mesmo cheguei ao ponto de pensar que apenas o fundo poço poderia me levar a entender de fato qual era o meu propósito, na época o fundo do poço seria perder o emprego, demorar para conseguir outro, me afundar em dívidas e ter que entregar o meu carro e meu apartamento financiados e ir morar junto com minha mãe ou sogra, perder peso e me ver de pijama todos os dias a espera de um milagre, um seja, um novo emprego.

Percebe como nosso cérebro tenta nos derrubar o tempo todo? Para que se arriscar? Para que colocar-se a pensar em um plano de mudar de vida, encontrar um propósito se o seu salário está ali caindo na sua conta parte dia 15 e a outra no final do mês?

Fala sério, essa rotina é sensacional! Mas ser dono das nossas próprias liberdades é bem melhor, posso garantir.

Eu fiz um artigo falando sobre as 3, na realidade 4 liberdades. Caso queira ler um pouco mais sobre isso estão aqui.

Leve o tempo que for preciso para encontrar a sua resposta. Comece escrevendo em um caderno ou bloco de notas tudo aquilo que você faz e se sente muito bem. Pergunte aos seus amigos em quais momentos eles percebem que você realiza algo com amor, busque respostas da maneira que você achar melhor, mas não deixe de buscar.

Se for mais de uma coisa, faça uma lista e passe a ler esta lista todos os dias, ou pelo menos uma vez por mês, você vai notar que sua lista vai começar a mudar com certa frequência.

Ah, um ponto importante: se você não sabe o que gosta de fazer, certamente sabe o que não gosta. E isso já é um bom caminho. Faça também uma lista das coisas que tiram o seu entusiasmo quando você pensa nelas.

Quer exemplos de propósito? Os profissionais que trabalham no programa Médicos sem Fronteiras; as pessoas que se vestem de palhaço para levar alegria para crianças e idosos nos hospitais; o professor que leciona com tanto amor a ponto que motivar seus alunos a alimentarem o amor pelos estudos; o vizinho que resgata animais abandonados pela cidade; o economista que ganha a vida ensinando de maneira didática qualquer pessoa a ter uma vida financeira melhor. E por aí vai…

Alinhado com o meu propósito estou aqui escrevendo um texto de mais de 1.500 palavras e mais de 10.000 caracteres apenas para tentar te ajudar de alguma forma a encontrar um caminho melhor e que te faça mais feliz de alguma forma, agora ou no futuro.

Lá no meu instagram, desde meados de 2018 eu comecei a compartilhar alguns pensamentos e situações do dia a dia, sempre com alguma reflexão. Vai lá e veja se fazem sentido para você e o momento o qual você está na sua vida.

 

A importância de ter um propósito

Você certamente já se deparou com alguém dizendo que está passando por uma crise existencial ou que quer fazer um ano sabático? Não é?

Então, ter um propósito é responder à pergunta: por que eu estou aqui?

Há quem consiga se tornar economicamente ativo exercendo o seu propósito de vida. Um exemplo prático são os coaches.

Mas eu sempre tive um questionamento muito forte quanto ao trabalho de um coach, pois vejo por todo o lado “sou coach de vida plena”, “sou coach de prosperidade”, “sou coach de família”, “sou coach de produtividade”, “sou coach de carreira” e assim por diante.

Sei lá, será que esses profissionais têm, além da técnica e certificação, é claro, experiências práticas vividas para compartilhar? É só minha opinião é claro, pois existem profissionais e profissionais.

Eu penso que as pessoas hoje querem mais é percorrer um caminho que outras já percorreram e deu certo. Querem aprender com as experiências de outras pessoas e não apenas participar de uma rotina de testes e lições de casa.

Isso é o que eu penso, ok. Não quero jogar água no chopp de ninguém, tão pouco atrapalhar seu trabalho, mas quero apenas colocar um ponto de vista para você que está buscando um coach possa pensar se é de fato ou o que você precisa é uma terapia ou um mentor.

Sei lá…

Mas voltando ao propósito, existem também aqueles que praticam seu propósito nas horas vagas, como forma de gerar renda extra ou simplesmente fazer trabalho voluntário.

Com retorno financeiro ou não, nunca se esqueça de que ter um propósito é inerente à existência humana. E se você ainda não sabe qual o seu propósito, calma. Uma hora ele vai se revelar na sua frente. Quando você fizer algo que deixa seu coração aquecido, eis aí o seu propósito.

Consegui ajudar você? Espero que sim!

Conte sua história aqui nos comentários e sinta-se à vontade para compartilhar esta minha narrativa de como vejo a vida e a busca do propósito. Vale ressaltar que este artigo vai crescendo e sendo modificado à medida que minha vida vai evoluindo, pode ser que minha opinião mude, por isso sempre conto com opiniões e se você sentir tranquilo(a) para compartilhar suas experiências, será um prazer!

Compartilhe com alguém que você acha que precisa de uma ajudinha para encontrar um propósito.

Até breve e um GRANDE abraço!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10.000 horas são necessárias para você se colocar como especialista em algo, então eu posso dizer que sou especialista em trabalhar como
CLT e como Empreendedor?
Acho que sim e faz todo sentido.

Agora tenho buscado minhas 10.000 horas para me tornar um marido, pai, pessoa diferente da grande maioria e viver uma vida melhor e mais livre! Espero que esse seja seu objetivo também em estar por aqui. 🙂

Email
Facebook
Facebook
LinkedIn
Instagram